13 PRINCIPAIS RAZÕES QUE LEVAM A QUEBRA DO SEU BANKROLL

Não, quebrar não é um privlégio seu. A grande maior parte dos jogadores profissionais já passaram por essa situação frustrante. Pra te ajudar listamos nesse artigo as 13 principais razões que levam a quebra do seu bankroll e como você pode evitar que isso aconteça.

Certa vez Jhony  Chan, campeão da WSOP em 1987 e 88, disse: "A melhor maneira para se tornar um verdadeiro ganhador é, antes, entender como é ser um perdedor.". Ele lembra ainda que em sua primeira viagem à Las Vegas "vomitou" seu bankroll, cerca $3.000 dólares, em menos de 1 hora. Absolutamente abatido sacou 200 dólares do cartão de crédito e sentou numa mesa de Limit Holdem, com blinds de $5 - $10. "Joguei por três dias sem parar e ganhei quase 30 mil".

Quando se levantava para ir embora, com dinheiro no bolso, um dos chefes do Casino lhe ofereceu uma suíte top, uma limusine e ingressos para vários shows da cidade.

O resultado? Perdeu cada centavo do que havia ganhado.

Essa história se repete várias e várias vezes no mundo do poker.

Quando digo que quebrar faz parte do processo, não é algo pra te desanimar. Você pode quebrar por vários motivos, mas vai acontecer, de uma forma ou de outra. Quer mais um exemplo? No livro Deal Me In, Daniel Negreanu diz que quando quebrava em Vegas, simplesmente voltava pra sua cidade, Toronto, com o rabo entre as pernas para reconstruir o seu bankroll. Depois que juntava cerca de 60 mil dólares se arriscava nas mesas mais caras novamente... e o resultado você já sabe.

Mas se você pudesse aprender a não quebrar com o erro e lição dos outros, pra que perder seu próprio dinheiro fazendo isso?

Então a primeira lição desse artigo é:

#1 - Aprenda com as perdas antes de se tornar vencedor!

A partir do momento que você vivencia tempos de vacas magras, aprende com seus próprios erros ou erros de outros jogadores o caminho fica mais curto. Você acaba aprendendo uma forma que não funciona e fica mais perto de uma outra que dá certo. Esse é um processo constante de aprendizado. Não leve isso como algo negativo. Você vai aprender muito mais com as derrotas do que com as vitórias.

#2 - Dinâmica do Jogo

Perder no jogo faz parte do processo e isso nunca vai mudar. Entenda que teremos mais dias de derrota que dias de vitórias... Esse cenário muda quando você descobre o que é e o que não é lucrativo. Depois de um tempo você começa a minimizar as perdas (perder o mínimo possível quando estiver perdendo) e maximizar os lucros (ganhar o máximo possível quando estiver ganhando).

#3 - Gerenciamento de Bankroll e Disciplina

Talvez o maior dos problemas para os jogadores iniciantes. Pode fechar esse texto e continuar jogando seu SpinGo no PokerStars se você acredita que vai se registrar em 10 torneios, pegar 5 mesas finais e cravar 2 desses. Não, não vai.

Jogando MTT, enfrentando fields enormes, você vai facilmente jogar 20, 30, 40 torneios sem pegar uma mesa final. E tem de ficar tudo bem quando isso acontece.

Por isso você precisa se planejar e garantir um bankroll saudável para suportar os momentos ruins. A sua capacidade, sua autoconfiança, mindset... tudo será testado quando tiver caindo.

#4 - (re)Investimento

O que muito acontece com jogadores iniciantes que estão começando a vislumbrar os primeiros resultados é o tal do imediatismo. A maioria está muito preocupada com o lado financeiro, dinheiro de forma rápida e se esquece de construir um castelo com bases sólidas e fortes.

Independente do seu objetivo, ter sabedoria com o seu dinheiro é vital para o seu sucesso como jogador de poker, seja um amador lucrativo ou um profissional.

Imagine que dois amigos estejam se dedicando juntos. E ao final de 6 meses ambos conseguiram tirar 3.000 reais mensalmente.

Descontando as despesas com aluguel, internet, luz, alimentação e outros itens necessários, o que resta é um valor de 1.000 reais por mês de lucro. Excelente!

O que cada um faz com esse lucro? A sua carreira no poker é como uma empresa e se não for bem cuidada será decretada falência muito em breve.

De um lado um jogador consciente utiliza o dinheiro na sua formação, contratando um coaching, adquire novas ferramentas, participa de escolas online, investe no seu setup, entre outras coisas.

De outro lado alguém que busca o prazer imediato. Torra boa parte nas apostas esportivas aleatoriamente, queima outro montante em festas e bebidas e ainda compra um carro de 30k financiado.

Quem você é? Quem você gostaria de ser? Qual deles daria mais resultado?

Para você => Aprenda as principais e mais lucrativas estratégias no Curso Descomplicando o Poker.

#5 - Evolução Contínua

"Poker é um jogo que se aprende em 10 minutos, mas demora uma vida inteira para dominá-lo."

Sábias palavras de uma batida frase-clichê. Se você não tiver sabedoria e humildade para entender que o poker exige aprendizado e estudo diário SEMPRE, não vai demorar a cair do abismo.

Qualquer profissional que negligencia o estudo, fica pra trás. Agora imagina isso acontecendo com um jogador intermediário?

O abismo é ainda maior. Cuidado!

#6 - Zona de Conforto

Problema sério! Exatamente agora podemos ver pelo facebook centenas de jogadores iniciantes, fracos, que começaram a vencer alguns poucos torneios e estão se achando a última cerveja (gelada) do deserto.

A não evolução contínua, como dito no item anterior, leva a zona de conforto. Ou seja, um jogador se torna vencedor em determinado limite e fica estagnado por muito tempo naquele mesmo lugar.

Se você não tem muitas pretensões no poker, ok. Mas se almeja uma carreira longa, sólida e duradoura, não caia nessa cilada, Bino.

#7 - Ansiedade Burra

Sim, eu sei que olhar os torneios caros e não poder jogar é uma merda. Mas o seu futuro depende das suas ações hoje. Eu tive uma experiência que provavelmente ninguém que esteja lendo esse artigo teve.

No ano de 2011, assim que aprendi a jogar poker, juntei o meu saldo no PokerStars com o do meu primo para fazer uma sessão os dois juntos e discutindo os spots. Tinhamos exatos $163 dólares.

Fui ao banheiro e quando voltei o que o cidadão havia feito? Simplesmente se inscreveu no torneio $162 Nigthly Fifity Grand. Pelos deuses do poker ficamos em 5º colocado puxando aproximadamente 5k dólares.

É bom fazer isso? Óbvio que não. Deu certo e a chance disso acontecer é a mesma de ganhar na mega sena, amigo.

Esqueça big hit, dinheiro alto no curto prazo. Isso não existe e a chance de você se ferrar é grande.

#8 - Seriedade

Sempre digo que você deve primeiro levar o poker a sério para que ele te leve a sério. Muita gente acredita em energia, positiva ou negativa. Eu também acredito.

Mas acho que muito mais que isso você deve se comportar de uma maneira lucrativa, além de tomar decisões lucrativas.

É lucrativo chegar bêbado da balada as 5 da manhã e torrar seu bankroll? É lucrativo atolar seu BR inteiro em torneios fora da sua grade? É lucrativo fazer uma sessão cansado e sem dormir?

Não. Nenhuma dessas decisões são sérias e lucrativas.

#9 - Necessidades Humanas ou Fisiológicas

Ainda sobre o item anterior sempre leve em consideração o seu estado mental, físico e fisiológico.

Se você está com febre, debilitado, de ressaca ou qualquer outra coisa que te impeça de render o máximo que pode, não jogue. Respeite o seu momento. Isso vai fazer você melhorar mais rápido e seu bankroll agradece.

Para você => Adquira as habilidades necessárias para ser um vencedor no poker!

#10 - Tilt

Todo mundo entra em tilt. Se isso durar mais que 5 segundos, repense a sua mentalidade como jogador de poker lucrativo.

O tilt nada mais é do que um estado mental. Você não é tiltado, você está tiltado. Mas se você souber conduzir a sua mente para que ela possa lidar com o tilt de uma forma mais light, ótimo.

Isso começa com o entendimento dos motivos do seu tilt. Porque você está "puto"? O vilão jogou errado? Problema é dele, bom pra gente.

Teve uma bad beat? Faz parte. Foca e registra em outro.

Terminou com a namorada? Problema é seu, nem deveria estar jogando.

#11 - Limite Acima da sua capacidade

Me diz qual é o motivo de tentar pegar uma onda de 5 metros se você não consegue ficar em pé na prancha?

Vai lá no topo jogar com os tubarões e volte com o rabo entre as pernas, sempre. Não há outro resultado. Você sempre vai sair perdendo se optar por jogar contra jogadores melhores do que você.

Regra básica do poker: jogue contra oponentes piores e faça-os cometer mais erros e erros mais caros que os seus.

#12 - Desejo de Recuperação

Existem muitos jogadores que passam a vida inteira perdendo dinheiro no poker. E cada vez mais, como uma bola de neve, tentam recuperar o prejuízo jogando mais e mais caro.

A conta nunca vai fechar, amigo. Está perdendo muito? Tenha humildade de descer os limites que joga até recuperar seu caixa. Nâo há problema nenhum em dar um passo atrás pra em seguida dar três à frente.

Inscrições Abertas => Aprenda as principais e mais lucrativas estratégias no Curso Descomplicando o Poker.

#13 - Ausência de Capacidade Técnica

O seu planejamento de bankroll é a sua defesa contra variância e "má sorte", não contra mau jogo. Você vai precisar de um bankroll infinito se não tiver acertando nas suas decisões, principalmente aquelas mais básicas. Identifique onde é que você ganha dinheiro, qual limite você domina e jogue até que você esteja apto a fazer o upswing.

Compartilhe esse texto agora com seus amigos.

Ficou alguma dúvida ou deseja enviar uma sugestão? Deixe o seu comentário aqui abaixo desse post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *